Saiba como gerar mais receita com o Marketing de Produto

por | jan 19, 2023 | Blog | 0 Comentários

Resumidamente, receita é a quantidade de dinheiro que uma pessoa física ou jurídica gera ao longo de um determinado período. Isso pode incluir vendas referentes a algema de policial, caso seja seu setor ou qualquer montante adicional. 

Pode-se aumentá-la com a propagação de clientes ou adicionando outras fontes para este fim. Ficou curioso e deseja compreender melhor sobre isso e sobre marketing de produtos? Então, está no lugar certo!

Saiba como gerar mais receita com o Marketing de Produto

Todas as empresas, sejam elas pequenas, médias ou grandes, focam seus esforços para obterem mais receitas. Quando a saúde financeira da mesma está boa, é sinal de que o dinheiro que entra é maior do que aquele que sai.

Mas estabelecer isso usando o marketing de produto pode ser uma tarefa um tanto complexa quando você não tem experiência. O fundamental é saber que mesmo uma marca de caixa de pizza personalizada, por exemplo, pode usufruir disso. E explicaremos como agora!

Estabeleça metas definidas

Faça metas palpáveis ​​de quanto deseja aumentar suas vendas e receita. Após isso, aborda-os e tenha em mente quais métodos gostaria de usar. O Marketing de Produto também o auxilia na motivação. 

Todos da equipe, sem exceção, acompanharão o progresso e as realizações e saberão que o caminho a ser seguido é este. Sua marca terá uma espécie de displays em acrílico com o nome sendo apresentado a um grande número de possíveis interessados.

Foque seus esforços naqueles clientes que já fidelizou 

Cultive os relacionamentos que já tem, pois isso gera aumento na comunicação e pode lembrá-los de que sua loja conta com promoções e novidades. Considere entrar em contato por e-mail ou mensagem de texto, mas faça isso com equilíbrio. 

Analise suas métricas e confira quantos destinatários abriram seu e-mail ou clicaram em um link. Todas essas questões servirão para determinar a eficácia de suas estratégias (tente moldá-las como um selo mecânico, ou seja, quanto menor o ‘contato’ com o mundo externo, melhor).

Segmente clientes que já compraram de você há muito tempo

Trazer de volta antigos clientes exige menos esforço do que encontrar novos. Mantenha uma estratégia para eles, pois poderá direcioná-los de maneira diferente daqueles que já estão fidelizados.

Tente encontrar algum tipo de benefício que seja vantajoso tanto para você quanto para esses possíveis interessados em sua marca. Talvez um desconto ou um cupom para retirada de brindes na loja.

Aumente seu alcance com o marketing de produto

Além de poder expandir seus negócios abrindo outras filiais, focar-se na ampliação da distância que entrega ou presta serviços é incrível. Busque informações sobre esse tema na concorrência e, em seguida, propague mais que eles.

Ou seja, existirá mais chances de determinados clientes escolherem sua marca na hora de fazer os pedidos. Quem não quer comodidade na hora de receber os materiais? Chame os entregadores da região para ajudá-lo.  

Agrupe produtos ou serviços dentro de seu e-commerce

Agrupar produtos pode incentivar seus clientes a comprar mais. Tudo porque eles economizam dinheiro e tempo ao comprarem vários itens de uma só vez. É simples e muito intuitivo de fazê-lo em seu e-commerce. 

Se for numa loja física, empacote os itens juntos e comercialize-os como um conjunto, ou ofereça benefícios quando os clientes comprarem em grande quantidade. Isso mostrará o cuidado de você com os demais.

Faça upsell e tenha novas formas de pagamento

Adicionar um plano específico para vender produtos com preços mais altos pode ajudá-lo a transformar uma venda em uma transação mais robusta. O Marketing de Produto pode auxiliá-lo nisso, mostrando primeiro uma opção mais cara ou atualizada e enfatizando seus benefícios em relação às opções mais baratas.

Mas não para por aí, pois é possível oferecer novos métodos de pagamento que os clientes considerem mais convenientes. O PIX é uma das mais recentes, então, configure qualquer infraestrutura para aceitar o que não aceita atualmente. Dentre as outras possibilidades temos algumas bandeiras de cartões de crédito, PayPal e etc.

Quando somamos tudo isso, percebemos que esse tipo de contexto será uma olhada fundamental se soubermos utilizá-lo com consciência. 

Gostou do conteúdo? Então, conte para gente nos comentários e não deixe de acompanhar as novidades no blog e compartilhar nas redes sociais.

Este artigo foi escrito por Éder Pessôa, criador de conteúdo do Soluções Industriais

Written By Guilherme Rigamonte

Related Posts

Subscribe

Subscribe to Our Newsletter

Aliquet nisl. Nulla tempor mauris sed pretium egestas. Ut mi lacus, tincidunt ac quam quis, ultricies laoreet purus. Donec tincidunt scelerisque lacus, vel convallis augue interdum ac. Etiam eget tortor ac odio aliquam lobortis quis at augue.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *