A Copa do Mundo é um dos eventos mais esperados, com a data do seu início se aproximando as pessoas têm falado cada vez mais sobre, principalmente nas redes sociais onde tudo vira trend.

Já estamos acompanhando uma chuva de memes sobre os jogos, o álbum de figurinhas, sem contar os looks com a camisa da seleção, daqui pra frente o assunto ficará ainda mais em evidência, principalmente na mídia.

Afinal o brasileiro ama a copa, é um momento onde todos se juntam, pintam as ruas e se reúnem numa torcida só.

Devido a toda essa empolgação e engajamento das pessoas, as marcas e toda gestão de redes sociais para empresas, já estão de olho para conseguir usar a Copa do Mundo em sua estratégia de marketing.

Se você que tem uma empresa e deseja aproveitar desse assunto tão relevante para divulgar os seus produtos, é importante ficar atento, até mesmo as palavras e os elementos usados em publicações e campanhas publicitárias.

Pois somente os patrocinadores e parceiros oficiais do evento podem utilizar os logotipos, símbolos e toda identidade visual que diz respeito à copa do mundo.

Exemplo, se você tem uma agência de eventos corporativos SP e deseja divulgar qualquer um dos seus eventos com o logo ou algo que remeta a copa, saiba que existem regras.

Essas regras vêm de outras copas, inclusive durante a Copa do Mundo que aconteceu aqui no Brasil em 2014, o “marketing de emboscada” como é chamado esse tipo de campanha.

Que nada mais é que a tentativa de aparição ou associação não autorizada de uma marca a um evento de grande repercussão foi proibida por Lei.

Essas regras e sanções são definidas pela Lei Geral da Copa, que estabelece multa ou detenção para aquele que divulgar marcas, produtos ou serviços, com a finalidade de alcançar vantagem econômica ou publicitária.

Por meio de associação direta ou indireta com os Eventos ou Símbolos Oficiais, sem a autorização da FIFA ou a pessoa indicada, fazendo com que terceiros acreditem que as marcas relacionadas, produtos ou serviços são aprovados e autorizados pela FIFA.

O que isso quer dizer? Se você tem uma empresa de vans, por exemplo, e quer usar a copa para alavancar suas vendas, não pode em hipótese nenhuma usar nenhum logo oficial, ou qualquer coisa que faça parecer que a sua empresa é uma patrocinadora.

Afinal, nomes como “Copa do Mundo”, “Copa do Mundo Qatar” e “FIFA”, são marcas registradas, isso significa que para utilizar em determinados contextos, principalmente em vendas é preciso ser um patrocinador oficial.

Caso contrário é uma propaganda irregular e pode receber as sanções previstas por Lei.

Em um exemplo prático para entender melhor como funciona a propaganda irregular, você tem uma empresa de controladoria empresarial, e uma lanchonete está usando o nome da sua marca, associando seu negócio ao dele, sem a sua autorização.

Você não tem nenhum vínculo com essa empresa e não quer que a sua marca seja associada a eles, ou qualquer coisa de bom ou ruim que eles façam. A Lei em volta das marcas da Copa do Mundo é a mesma coisa.

Por isso é importante ficar atento a tudo que diz respeito ao tema, para conseguir usar toda a publicidade que existe em torno da Copa do Mundo a favor da sua marca.

Saiba que é possível sim usar esse evento esportivo em suas estratégias de marketing e campanhas, basta seguir as regras.

Para que a sua empresa não corra nenhum risco durante a Copa do Mundo, separamos algumas informações importantes sobre as regras da FIFA para utilizar seus nomes ou produtos, continue lendo esse artigo para saber mais.

O que não pode usar em campanhas durante a Copa?

A FIFA tem um regulamento muito severo, a tudo que diz respeito ao uso da sua marca, podendo acarretar problemas com direitos autorais para quem utilizar o conteúdo sem ser patrocinador oficial.

Portanto, se você tem uma Loja de roupas e vai contratar uma gráfica digital em Campinas, para divulgar seus produtos usando algo relacionado à Copa do Mundo, ou quer colocar essas imagens em publicações nas redes sociais, fique atento.

Segundo o regulamento oficial é proibido a utilização de qualquer marca que a FIFA possa adotar em nas competições, o que inclui:

  • FIFA World Cup™; 
  • Qatar 2022™;
  • Copa do Mundo;
  • Mascote oficial da competição; 
  • Troféu da Copa do Mundo da FIFA™; 
  • Emblema oficial da competição; 
  • Look oficial da competição e seus elementos individuais
  • Slogan oficial da competição em qualquer versão do idioma 
  • Cartaz oficial do concurso; 
  • Logotipos compostos da cidade sede oficiais da competição; 
  • Cartazes oficiais da cidade sede da competição; 
  • FIFA World Cup Qatar 2022™”;
  • FIFA World Cup 2022 ™.

Os escritos são proibidos em qualquer idioma ou fonte, qualquer um desses elementos que forem usados em campanhas publicitárias ou de marketing, sofrerão as sanções cabíveis pela Lei.

Mas como fazer marketing na Copa do Mundo?

Esse é um evento bem grande e super importante para o Brasil, é normal que as marcas e empresas queiram utilizar a Copa do Mundo em suas campanhas, mesmo com todas essas regras e restrições saiba que é possível sim utilizar a competição em suas estratégias.

A dica aqui é, use a sua criatividade e com certeza terá um retorno positivo. Exemplo, ao invés de abordar a “Copa do Mundo” que como vemos é uma marca registrada da FIFA, tente usar temas que sejam relacionados ao futebol, como o Brasil ou outros países que participem do campeonato.

Em publicações e hashtag nas redes sociais use termos como “Vai Brasil”, “Vamos torcer todos Juntos”.

Se deseja explorar o audiovisual ao contratar uma produtora de vídeo comercial, explore as cores do Brasil em sua campanha, mostre elementos como a bandeira do país, ao utilizar modelos pinte o rosto como nas torcidas.

Sempre existe uma alternativa para conseguir explorar a copa, sem utilizar nada que seja relacionado aos patrocinadores, aliás, essas regras não podem intimidar as marcas, afinal os brasileiros são conhecidos pela sua criatividade, certo? Então a explore.

É importante ressaltar que essas regras servem tanto para o meio digital e online, como para fora dele, não pense que você ou até mesmo o seu distribuidor de etiquetas adesivas pode usar o logo oficial da Copa nos produtos sem autorização.

Explore ao máximo o tema, para manter o seu público engajado, nas redes sociais você pode mostrar os jogos, dando essa sensação que todos estamos juntos na mesma torcida e aproximando o seu público ao máximo.

Isso gera identificação e empatia das pessoas, que nesse período do ano levam o campeonato muito a sério.

É importante destacar que a palavra “hexa” não está relacionada à FIFA, ou seja sua empresa pode usar e abusar dela, afinal os brasileiros esperam a celebração do hexa a 10 anos. Essa pode ser uma ótima estratégia de marketing.

Se você tem uma empresa de crachá de identificação PVC, pode usar em suas campanhas “hexacampeão” em algum contexto de sucesso de vendas. Essa é uma excelente alternativa para manter os seus clientes engajados com a sua marca.

Cuidado com a falsificação dos produtos

Assim como em campanhas os logos, imagens oficiais e as fotos dos jogadores, só podem ser comercializados pelos patrocinadores, ou seja, camisetas, pelúcias, chaveiros, brindes, nada disso pode ser feito pela sua empresa.

A réplica desses produtos pode ser considerada falsificação, tome cuidado para não receber alguma sanção judicial.

Tenha uma boa estratégia de marketing

Essa é uma data comercial bem lucrativa, assim como o Natal, Dia das Mães, dos namorados, entre diversas outras.

Só para você entender a importância desse evento, a Copa do Mundo de 2018 teve a audiência global de 3,57 bilhões de espectadores, aqui no Brasil a emissora oficial da Copa teve uma audiência média de 23,7 milhões de espectadores por hora.

É muita gente consumindo e falando sobre copa do mundo, por isso é importante aproveitar o momento e usar esse tema em sua marca, portanto analise o mercado, estude as ferramentas disponíveis e elabore boas estratégias.

Pense que o Brasil inteiro vai vibrar por um único objetivo, tente ser positivo e usar todos os temas relacionados à Copa do mundo, incentive as pessoas a torcer, mostre que a sua marca acredita no hexa. Crie um engajamento em cima da competição.

Seguindo todas as regras impostas pela FIFA, sua empresa ficará livre de qualquer sanção judicial, usando a criatividade você vai conseguir aproveitar todo esse marketing e alavancar as suas vendas.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.