Google Analytics: Como usar os funis de conversão para e-commerce?

por | jul 18, 2022 | Blog | 0 Comentários

Todo proprietário de empresa deseja taxas de conversão mais altas, e há muitas estratégias para chegar lá. Mas não vamos esquecer o ativo mais poderoso que você tem à sua disposição: os dados, que podem ser localizados com exatidão no Google Analytics.

Sem isso, é como se construísse um condomínio e não fizesse a devida manutenção predial, ou seja, haveria riscos óbvios. Mas, para não cair nessa armadilha, continue com a gente, pois explicaremos tudo sobre essa ferramenta sendo usada para a conversão de leads e clientes em seu e-commerce!

Segmentação do tráfego do site por tipo de canal

Uma das melhores (e mais fáceis) maneiras de usar o Google Analytics para aumentar as conversões é analisando seus segmentos de tráfego por tipo de canal. Dentre eles, temos:

  • Mecanismos de busca;
  • Rede Social;
  • Referência de outros sites, também conhecidos como backlinks;
  • E-mail;
  • Acesso Direto (digitando o nome de domínio);
  • Publicidade Paga;
  • E outros.

No fim das contas, tudo isso se torna tão importante para a marca quanto um projeto de instalações elétricas para uma residência. A visualização do tráfego lhe dará um escopo sobre quais deles têm bons desempenhos e outros que necessitam de melhorias. 

Dedique parte do seu tempo para melhorar métricas, como:

  • Taxa de rejeição e de conversão;
  • Tempo médio da página;
  • Porcentagem de saída;
  • E outros..

Quando os números se equilibrarem, terá mais facilidade na retenção de clientes ou leads.

Dicas sobre como melhorar a conversão e a taxa de rejeição

  • Aumente a velocidade em todos os dispositivos, especialmente nos smartphones. Você pode testar a velocidade do seu site e obter sugestões gratuitamente usando ferramentas do próprio Google;
  • Certifique-se de ter páginas responsivas para cada tipo de dispositivo;
  • Mantenha informações importantes como os botões de CTA ou seu e-mail. Porque quando os usuários acessarem seu site, terão tudo o que eles precisam para entrar em contato com os colaboradores imediatamente;
  • Não sobrecarregue o público com muitas informações. Vá direto ao ponto e forneça apenas uma chamada para ação;
  • Examine o desempenho do produto;
  • Se pretende otimizar suas taxas de conversão, saiba o que vende mais e menos. Por exemplo: dentro de sua empresa, a aplicação de manta asfáltica é um sucesso e outros produtos estão aquém. Então, verifique e melhore o restante.

Estudando Relatórios de Interesse

O Google Analytics fornece relatórios de interesse detalhados para sua base de clientes. E para que você precisa disso? Pois saberá de todos os interesses do seu público. Indo de algo simples como:

  • Os esportes que pratica;
  • Quais portais de notícia acesse;
  • O gênero de filmes que gosta.

E outros mais profundos, como:

  • O número de horas que fica no Instagram;
  • Os concorrentes que segue;
  • As últimas compras em e-commerces.

Esses insights não são apenas benéficos porque podem ajudá-lo a entender seu público, mas também criará ideias de conteúdo de marketing. Os relatórios de interesse irão identificar oportunidades de venda cruzada e aprimorar a segmentação e retargeting.

Gostou do nosso conteúdo? Deixe o seu comentário e compartilhe este post em suas redes sociais!

Written By Guilherme Rigamonte

Related Posts

Subscribe

Subscribe to Our Newsletter

Aliquet nisl. Nulla tempor mauris sed pretium egestas. Ut mi lacus, tincidunt ac quam quis, ultricies laoreet purus. Donec tincidunt scelerisque lacus, vel convallis augue interdum ac. Etiam eget tortor ac odio aliquam lobortis quis at augue.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *