Ligado ao avanço tecnológico, o comércio no século XXI é uma realidade latente, em constante expansão

No mundo contemporâneo, pode-se dizer que a expansão do acesso à internet em escala global contribuiu significativamente para o processo de globalização da economia. De fato, transações comerciais sempre existiram entre nações ao longo da história humana. No entanto, a expansão tecnológica acabou acelerando o modo como essas relações comerciais passaram a ocorrer nos territórios. 

O comércio internacional no século XXI é uma realidade material que se mostra em constante crescimento, impulsionado pelas relações entre as nações e os avanços no âmbito técnico-científico. Todavia, para as mercadorias transitarem entre os países, tornou-se necessário a elaboração de um sistema de logística que conseguisse dar conta dessa economia em rede, interconectada em escala global. 

Mediante a esse cenário, o frete internacional passou a desempenhar um papel essencial. Atualmente, existem diversos meios utilizados no frete internacional, conhecidos como modais. É fundamental deixar claro que cada meio possui a sua característica específica. Entre esses meios encontram-se transportes feitos por aviões, navios, trens e caminhões, por exemplo. O modal sempre estará atrelado a escala na qual o frete será executado.

Como funciona o frete internacional? 

É importante destacar que se trata de um processo complexo. Isso quer dizer que envolve diversas etapas e agentes. Todavia, embora existam diferenças dependendo da região em questão, majoritariamente é possível dizer que todo frete internacional passa por diversas etapas, desde o planejamento, elaboração de documentação e processo de embalagem, até a etapa de coleta, concluindo, então, na entrega final. 

No entanto, cada etapa pode conter abordagens e procedimentos únicos. Como diz respeito em uma prática internacional, o processo pode variar dependendo da característica de cada país, uma vez que os territórios possuem legislações e hábitos culturais distintos. 

Atualmente, em compras feitas online, como as plataformas Shopee, Shein e Aliexpress, por exemplo, o modal mais utilizado são os navios, tendo em vista a praticidade dos contêineres para armazenamento. Um exemplo dos fretes internacionais e da diferença de legislação encontra-se no caso recente sobre a taxação das importações realizadas pelas multinacionais citadas anteriormente. 

Qual é a importância do frete internacional? 

No mundo globalizado, em uma era na qual as fronteiras físicas tornaram-se líquidas em razão do meio-técnico-informacional, as relações comerciais transcendem os limites geográficos impostos pela natureza. A partir dessa lógica, surge a formação de cadeias de suprimentos globais, o estímulo a trocas de tecnologias e conhecimento, bem como a troca de recursos. 

Além de permitir o transporte eficiente entre países, o frete internacional também expande mercados, promovendo a integração de economias geograficamente desfavoráveis, além de viabilizar o acesso a insumos e recursos escassos, estimulando tanto o desenvolvimento econômico em distintas escalas, como possibilita, também, deslocar símbolos culturais de uma região para outra.

Como facilitar a contratação do frete internacional? 

Para facilitar a contratação do frete internacional, inicialmente, é preciso optar por soluções financeiras que atendam a necessidade dos sujeitos ou empresas envolvidos no processo. Em vista disso, para as empresas que atuam no mercado internacional, uma conta internacional tende a ser uma excelente ferramenta financeira, já que facilita a realização de pagamentos feitos no exterior.

Esse tipo de conta permite o acesso a serviços financeiros específicos, descomplicando os trâmites bancários tradicionais, além de ter flexibilidade no que se refere à conversão dos fundos monetários. Além disso, geralmente, essa modalidade de conta também possui acesso a taxas mais vantajosas, incorrendo menos ricos em relação a flutuações cambiais. No final das contas, irá depender da relação comercial e da necessidade em questão.