Abrir loja online é o sonho de muitos empreendedores, mesmo os que ainda não possuem um estabelecimento físico.

Esse modelo de negócio tem muitos benefícios, mas também diversos desafios que devem ser levados em consideração no momento de analisar se vale a pena ou não começar uma empresa nesse formato.

Diante dessa realidade, fizemos este artigo exatamente para explicar como criar loja online e dar dicas para tornar o seu sonho possível.

Vale a pena abrir uma loja online? 

A primeira pergunta que precisa ser respondida é se realmente vale a pena abrir loja online. Essa resposta depende de muitos fatores, como o tipo de negócio que você busca criar.

Uma loja online atinge pessoas do país inteiro e até do mundo. Isso é ótimo considerando o alcance que você pode ter, mas também pode não ser viável quando você pensa na logística de entrega, na sua capacidade de produção, no preço do frete e assim por diante.

Benefícios 

O e-commerce cresceu exponencialmente no Brasil nos últimos anos. Um dos fatores responsáveis por isso é o aumento da confiança das pessoas nesse tipo de transação, com cada vez mais empresas investindo em segurança.

Além disso, a facilidade de pagamento e a variedade de opções disponíveis também são atrativos para os clientes. Os consumidores podem utilizar cartões virtuais de forma online, por exemplo, o que não é possível em uma loja física.

Ainda vale ressaltar que criar loja online permite que você alcance um número muito grande de pessoas e faça marketing digital, o que traz um retorno bem interessante porque você pode escolher o nicho que quer investir.

Como você não terá o custo de um espaço físico, mesmo também tendo despesas online, pode investir mais em propaganda e outros fatores relacionados a sua marca.

Como abrir minha loja? 

Se você já decidiu abrir a sua loja, deve seguir alguns passos para que ela tenha uma maior chance de sucesso e o seu negócio prospere.

Conheça o mercado e o nicho

Primeiramente, não decida abrir loja online sem conhecer o mercado e o nicho em que você está atuando. 

Se você investir no ramo de vestuário feminino, por exemplo, pode querer criar um blog para fazer as pessoas chegarem até o seu site através de pesquisas sobre assuntos relacionados.

Se você conhecer bem o seu nicho e o tipo de soluções que ele procura, pode criar os artigos certos que entregarão melhores resultados.

Isso também é importante no momento de avaliar se o negócio realmente é viável ou não. Porque entender como o mercado funciona leva você a estudar mais a concorrência, como pode se diferenciar e quais dificuldades deve se preparar para enfrentar.

Decida a plataforma

Também é muito importante decidir em qual plataforma você irá atuar. Existem diversos tipos de sites e marketplaces na Internet.

Você pode ter o seu próprio website, decidindo qual servidor escolher e podendo personalizar o seu site completamente.

Ainda pode usar outros sites mais conhecidos para aumentar a visibilidade dos seus produtos, como o Amazon, o Mercado Livre e o Americanas. Mas lembre-se que isso também tem um custo que precisa ser levado em consideração.

Você também pode usar as redes sociais para vender, como é o caso do Instagram.

Planejamento é a chave!

Assim como ocorre em qualquer negócio, lembre-se de que o planejamento é uma das chaves do sucesso.

Então não se apresse na empolgação de fazer logo o seu negócio girar. Ou seja, não pule etapas.

Nesse contexto, faça o estudo de viabilidade do negócio porque isso é essencial tanto em lojas físicas quanto em e-commerces. Analise qual será o seu custo de manutenção mensal e o investimento inicial necessário.

Também calcule em quanto tempo, aproximadamente, você terá o retorno esperado. Faça projeções otimistas e pessimistas e seja sempre realista com o que esperar da empresa.  

O que difere a sua loja das outras?

É muito importante você pensar em quais características diferem a sua loja das outras. Lembre-se de que a concorrência no e-commerce é enorme. Nesse cenário, por que um consumidor escolheria comprar com você?

Se você não obtiver uma resposta satisfatória, já deve começar a pensar em formas de se diferenciar e para conquistar e fidelizar clientes.

Isso pode ser feito de diversas formas. Você pode disponibilizar uma diversificada gama de formas de pagamento ou um amplo parcelamento, por exemplo.

Também pode investir em uma boa experiência do cliente com a plataforma, através de um site responsivo, rápido e direto.

Essas são algumas alternativas, mas sempre garanta, também, que o seu produto é de qualidade e que a logística de entrega será eficiente.

Investimento 

Se você quer saber como abrir loja online, tenha em mente que isso demanda um investimento assim como ocorre em qualquer outro negócio.

Diante disso, você pode precisar de crédito e cada vez mais instituições financeiras oferecem opções diferentes.

Por isso, sugerimos que você analise o simulador de empréstimo pessoal da Juros Baixos para se informar melhor sobre essa modalidade de crédito e encontrar qual empresa pode ser mais interessante para você se relacionar.

Foco e persistência!

Por fim, tenha foco e persistência, sem ser negligente com o planejamento, e o seu negócio poderá prosperar exponencialmente.

Algumas vezes, o retorno pode demorar mais do que esperamos. Mas isso não significa que a loja seja um fracasso ou que ela não irá crescer.

Por isso, não perca o foco e invista o seu tempo no seu e-commerce para ele se tornar realidade.