O funil de vendas é a representação gráfica de uma pirâmide invertida onde mostra exatamente, todas as etapas no processo de compra da jornada do consumidor, ela é divida em três: a base, o meio e o topo do funil. 

A base representa aquelas pessoas que estão tendo o primeiro contato com a sua empresa, que estão entendendo melhor sobre seus produtos, e percebendo que tem um problema e precisam de uma solução, o meio já são os usuários que tiveram algum tipo de contato, e se tornaram leads do seu negócio. 

Dessa forma, são as pessoas um pouco mais preparadas, que já entendem sobre seu problema, sua necessidade e estão tendo um contato com a sua empresa para procurar soluções, por fim, o fundo do funil são aqueles leads mais quentes, que já estão prontos para converter e só precisam daquele empurrãozinho final, é como a produção de um produto, essa é a parte da seladora de embalagens, aqui é preciso ter um contato direto, oferecendo produtos e serviços e sendo convincente com seu público. 

Cada uma das etapas do funil são cruciais dentro de qualquer estratégia de marketing, afinal, é justamente através dele que você consegue elaborar um plano de ação, e abordar as pessoas certas conforme o seu nível dentro dessa pirâmide, sendo assim, é preciso que seu funil seja funcional e extremamente eficiente. 

No texto de hoje, separamos 5 dicas para otimizar seu funil de vendas e fazer com que ele seja uma verdadeira máquina de resultados positivos para o seu negócio, bora conferir? Então vamos lá!

  1. Acompanhe o seu consumidor durante todo o seu funil

Um erro comum que muitas pessoas acabam cometendo durante todo o processo do funil de vendas, é deixar o visitante passar por todas as etapas sozinho, e ir evoluindo gradualmente sem o auxílio ou acompanhamento de ninguém ao seu lado. 

Você não deve em hipótese alguma, deixar que isso aconteça, procure fazer o acompanhamento do seu público de perto, desde o primeiro contato até a conversão, acompanhe quais canais cada usuário prefere ser comunicado, e os tipos de conteúdos mais acessados. 

Procure fornecer uma experiência personalizada e esteja presente mesmo que seja só para observar, é preciso ser ativo para garantir que o visitante passe pelas etapas do funil, e caso exista necessidade, você está presente para auxiliar e tapar qualquer buraco. 

  1. Invista em conteúdos específicos

Para que um visitante evolua dentro das etapas do funil é preciso que ele vá conhecendo mais sobre a empresa e as soluções apresentadas, como se estivesse filtrando o que existe de melhor e deixando tudo mais puro para avançar até a próxima etapa, assim como um purificador de ar faz dentro do seu quarto. 

Mas se você quer que as pessoas avancem, é preciso ser específico em relação ao conteúdo fornecido, procure criar uma boa base de conteúdos diferentes de acordo com o perfil de cada consumidor e é claro, o nível que ela se encontra no funil de vendas. 

Ofereça conteúdo mais básico para os iniciantes, médios para quem está no meio, e avançados com oferta de compra para o topo do funil, procure mostrar mais sobre a sua empresa e falar sobre seus produtos com linguagens e abordagens diferentes de acordo com cada etapa do funil. 

  1. Aplique testes A/B

Qual imagem é mais eficiente? Qual CTA utilizar? Qual cor é mais atrativa? Ou qual texto converteu mais? Descobrir e montar uma landing page, e-mail ou conteúdo perfeito é um desafio enorme, sendo crucial para otimizar o seu funil de vendas, afinal, é preciso sempre apresentar algo de qualidade para o seu público. 

Dessa maneira, uma boa solução é aplicar os famosos testes A/B, que nada mais são do que fornecer duas opções de uma página ou de algum elemento específico e ver qual performance melhor, a que obtiver resultados positivos, deve ser mantida, percorrendo por todo o seu funil. 

  1. Mensure os dados com frequência

Uma das grandes dificuldades dentro do funil de vendas é que muitos profissionais possuem dificuldades em resolver os gargalos apresentados dentro deles, alguns usuários acabam emperrando em uma etapa, enquanto outros, acabam pulando de forma frequente, tudo isso, gera um certo “congestionamento”, e quando você vai ver, o funil está totalmente confuso e bem diferente do que imaginou. 

Para evitar que isso aconteça, é preciso mensurar dados com frequência para entender e resolver os problemas dentro do seu funil, além de impulsionar as estratégias que mais geram resultados, procure acompanhar as informações de perto e fazer possíveis correções sempre que necessário. 

Obtenha relatórios como de previsão de vendas, de conversões, de leads, de lucratividade e por aí vai, isso vai te ajudar a remover qualquer tipo de imperfeição assim como faz uma lavadora de piso

  1. Trabalhe o pós-venda

Muitos acreditam que o funil de vendas encerra após a conversão, mas essa é uma afirmativa totalmente precipitada, você pode e deve manter o contato com um consumidor recente, trabalhando muito bem o seu pós-venda. 

Procure manter o contato com aquelas pessoas que saíram do seu funil, procure fidelizá-las e continue oferecendo produtos e serviços com um ticket maior, além disso, resgate também, leads que saíram do funil e outros usuários que acabaram se perdendo no meio do caminho. 

Lembre-se, para otimizar o seu funil por completo e ter processos funcionais, é preciso ir além dele e apresentar soluções que correspondam mais do que está vendo. 

O que achou do texto de hoje? Deixe sua opinião nos comentários abaixo e não se esqueça de compartilhar com seus amigos e familiares caso tenha gostado, até a próxima!

Esse artigo foi escrito por Iago Lourenço, criador de conteúdo do Soluções Industriais.